.....

Pará/Brasil

sábado, 3 de setembro de 2011

O criador e a criatura (Parte II)
























 
Kadafy: Alô ?
- Bagaço da laranja: Alô, pois não, pode falar...

Kadafy: Tudo bem ?
- Bagaço da laranja: Tudo ótimo, e com você?

Kadafy: Comigo, nada bem...
- Bagaço da laranja: Verdade? Por que?

Kadafy: Por que? Porque o povo inteiro quer me tirar do poder, há rebeldes nas ruas lembrando a população que sou tirano.....depois de tanto tempo, será que ainda não acostumaram?
- Bagaço da laranja: Ninguém se acostuma com tirania, é por isso que você está isolado e sem a principal base de sustentação, o povo.....pelo contrário, esse mesmo povo quer você fora dessa cadeira.

Kadafy: Eu sei disso, mas não posso admitir, eu preciso continuar passando uma imagem de infalível......estou pensando em chamar o povo para lutar até o fim, o que você acha?
- Bagaço da laranja: hahaha.....lutar até o fim contra quem? Se é contra você que o povo já está lutando.....lutando pra lhe destituir do poder.....seja um pouco inteligente, renda-se às forças do bem, largue tudo isso e vá ser feliz em outro canto do planeta.....sua derrota é inevitável.

Kadafy: Não, não, não posso admitir isso.....deve haver outra saída.....acho que vou ‘iniciar e concluir’ alguma coisa e de maneira rápida, sem lentidão, para mostrar que tudo vai mudar a partir de agora, o que você acha?
- Bagaço da laranja: Faça isso, faça isso, o povo agradece.....lembre-se, fazer algo é um dever seu e não um favor.....faça alguma coisa de útil, mas não espere que o povo acredite em papai Noel, pois você sairá dessa cadeira SIM.

Kadafy: Nossa, estou perdido e sem rumo, estão me tirando tudo, me transformei numa ilha, tento manter o equilíbrio, mas tem horas que não consigo.....lembro de quando eu era um sonho para esse povo....agora sou seu maior pesadelo.....
- Bagaço da laranja: Taí, nisso eu concordo com você.....mas deixa eu cuidar da minha vida simples de bagaço, Tchau!!!

Kadafy: Calma aí, preciso falar outras coisas com você.....
- Bagaço da laranja: bip, bip, bip.....

Kadafy: Nossa, desligou na minha cara....

Nenhum comentário: