.....

Pará/Brasil

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Redenção: buracos modelos da Amazônia reinam soberanos




Pois bem, amigos e amigas do Café com Política, já falamos (aqui e aqui) no Blog sobre a qualidade do asfalto açaí derramado pelo performático prefeito Wagner Oliveira F. nas ruas de Redenção.
As fotos aqui embaixo são da Rua Teodomiro Prudente, no Setor Serrinha. O asfalto açaí colocado nesta rua, em menos de um ano, já foi pelo ralo. Pior do que o asfalto escorrer pelo ralo é saber que trata-se de dinheiro público que está sendo desperdiçado escancaradamente com obras puramente eleitoreiras, sem qualidade alguma.
O povo redencense está com a autoestima arrastando ao chão. A ausência do poder público municipal é gritante.
A falta de respeito com que o prefeito Wagner Oliveira F. trata seus assessores na frente de quem quer que seja, como se eles fossem crianças tolas que merecem repreensões públicas, nos faz ter uma noção do zelo com que ele, o prefeito, trata a coisa pública, na patada.
Voltando aos famosos buracos da cidade modelo da Amazônia, eles (os buracos), após uma leve aguada do asfalto açaí, voltam para os seus respectivos lugares e ainda tiram onda com a nossa cara cantando a bela canção de Roberto Carlos, O Portão, que o Café com Política havia colocado aqui após um breve recesso. A letra diz mais ou menos assim:

“Eu voltei!
Agora prá ficar
Porque aqui!
Aqui é meu lugar
Eu voltei pr'as coisas
Que eu deixei
Eu voltei!...”


Rua Teodomiro Prudente, Setor Serrinha

 

Rua Teodomiro Prudente, Setor Serrinha



 
Rua Teodomiro Prudente, Setor Serrinha

Um comentário:

Anônimo disse...

É lamentável, mais a sena está se repetindo mais uma vez,acho que o sr. WF, deveria fazer outro tipo de estatégia politica,esta ele sempre fez. bate bate depois assopra,passou três anos fazendo o que ele falou na eleição. sER PREFEITO DAR PRA GANHAR MUITO DINHEIRO FICAR RICO ATE MILHONARIO.esqueceu dos companheiros que ajudaram,do povo pobre que o elegeu.espero que o povão não se deixe enganar mais uma vez. Cuidado povão de Redenção.