.....

Pará/Brasil

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Redenção: diretório regional do PRP destitui executiva municipal de Redenção e coloca em risco as candidaturas dos Vereadores Wanderlei Coimbra e Alex Santiago





Pois bem, amigas e amigos do Café com Política, ao que tudo indica, o tabuleiro político de Redenção sofreu uma forte alteração. O Diretório Regional do Partido Republicano Progressista (PRP) fez uma intervenção na comissão provisória municipal de Redenção e destituiu a diretoria presidida por Valdinei Aleixo da Silva, a qual possuía o Vereador Wanderlei Coimbra como vice-presidente e o Vereador Alex Santiago como 2º vice-presidente.








No sítio do TSE, a comissão provisória do PRP de Redenção aparece com a seguinte observação: “Inativado por Destituição”, conforme se verifica na imagem acima.

Há alguns dias esse boato vem circulando pelos bastidores políticos, mas agora tornou-se fato. Pelos comentários, a executiva municipal do PRP descumpriu um acordo selado com a Diretoria Estadual do próprio PRP, bem como um acordo celebrado com algumas lideranças políticas regionais do PSDB.




Vereadores Vanderlei Coimbra e Alex Santiago



O Vereador Vanderlei Coimbra participou da convenção partidária do PSDB, presidido pelo vice-prefeito de Redenção, Dr. Gervásio Camilo, e exaltou sua, até então, candidata a vice-prefeita, Isabel Andrade.

Porém, entre às 18h e 24h do mesmo dia 30 de junho, após as convenções partidárias, o Vereador Vanderlei Coimbra, segundo informações de terceiros, foi chamado para conversar com os membros do PMDB, em especial o empresário Iavé, até então, candidato a prefeito, para uma conversa ao pé do ouvido.

Após a doce conversa com o empresário Iavé, o Vereador Vanderlei ficou encantado com as suaves melodias externadas pelo PMDBista e aceitou tê-lo como candidato a vice-prefeito em sua chapa majoritária, nocauteando a candidatura de vice dos tucanos.

Na opinião do Blog, o nobre Vereador deve ter repensado a situação financeira de sua campanha e percebeu que, de fato, o PMDBista seria bem mais interessante do que um PSDB quebrado e sem ânimo.

Porém, a pouca experiência política do distinto Vereador (ou dos distintos Vereadores) não o fez enxergar que as articulações políticas municipais não podem ficar em desacordo com as articulações regionais, aprendendo tal lição da pior maneira possível.

Amigos cafeinados, vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.





Nenhum comentário: