.....

Pará/Brasil

domingo, 14 de abril de 2013

Cronograma de obras: uma realidade nacional, um caso de polícia




É triste, porém, realidade. No Brasil, no ambiente político, o desrespeito com o ser humano é regra, e o respeito a exceção.

Desde o primeiro dia de mandato, os agentes políticos, experientes ou não, passam a criar estratégias pensando na reeleição e, quase sempre, optam por “mostrar serviço” somente na reta final do mandato.

Este modelo primitivo e desumano de desestratégia oprime o povo e humilha diariamente aqueles que mais necessitam da atenção básica do poder público, principalmente no tocante aos serviços de saúde e educação.

Não é de hoje que o povo não aceita mais esta prática perniciosa de fazer política e dá a devida resposta nas urnas na eleição seguinte.  Contudo, os mandatários precisam entender que está chegando o momento em que aguardar longos quatro anos para dar a resposta não será mais a prática da sociedade. 


Há diversos mecanismos jurídicos a serem utilizados para retirar do cargo aquele gestor que não tem comprometimento com o povo. Mas isso é assunto para outras postagens.


Nenhum comentário: