.....

Pará/Brasil

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Alagoas: Depois da “cura gay”, Governador Teotônio Vilela inaugura hemocentro para curar homofóbicos



Pois bem, amigas e amigos do Café com Política, após tantas polêmicas por conta do projeto apelidado de cura gay, o Governador de Alagoas, Teotônio Vilela (PSDB), inovou e tratou de providenciar um tratamento, ou melhor, a cura, mas desta vez a cura é para os homofóbicos¹.

O distinto Governador, ao inaugurar um hemocentro², falou em entrevista que a obra seria importante para colaborar no tratamento dos homofóbicos, hemofóbicos e hemofílicos³.

Hemofóbicos, por certo, é um neologismo criado pelo Governador, ou seja, o mesmo acabara de criar uma nova palavra em nosso português.



___________________________________
¹ Aquele que tem aversão ou rejeição a homossexual e a homossexualismo (Fonte: http://michaelis.uol.com.br/)
² Hemocentro é uma instituição com finalidade de prestar assistência hemoterápica e hematológica, recrutar doadores, processar o sangue, realizar testes, armazenando e preparando-o para transfusão. (Fonte: Conceito retirado do artigo denominado: Impactos da Implantação do Sigh no Núcleo de Hemoterapia de Resende, encontrado no sítio: http://www.aedb.br/seget/artigos08/486_SiGH.pdf.).
³ Acometido de hemofilia, a qual vem a ser uma anomalia do sangue caracterizada por um retardamento ou ausência de coagulação (tempo de coagulação prolongado), em que a menor ferida pode dar origem a uma grave hemorragia. (Fonte: http://www.dicio.com.br)

Um comentário:

Diego disse...

Será que eles (nossos representantes) pensam um pouco antes de discursarem? Minha nossa... Um tratamento para os homofobicos, e como será isso? O preconceito está no sangue???