.....

Pará/Brasil

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Helder Barbalho: o pré-candidato que virou radialista ou o radialista que virou pré-candidato?



Dando continuidade ao seu projeto político, visando as Eleições 2014, e na tentativa de massificar sua imagem em todo o Estado, Helder Barbalho (PMDB) tratou de virar radialista em uma das rádios de sua família, a Rádio Clube, e criou o “Programa do Helder”.

O Programa do Helder é bem interessante e tem certa semelhança com a rede de farmácias Big Ben, que vende até remédio. Pois bem, no Programa do Helder também tem de tudo, até música, incrível.

Para quem gosta de política e tem alguma simpatia pelo PMDB e pelos Barbalhos o programa causa grande euforia, porém, para quem tem o PMDB e Barbalhos como adversários vê o programa como uma verdadeira arma nuclear pronta a explodir a qualquer momento.


Estrategicamente, foi criada uma extensão do Programa do Helder com a nomenclatura: “Programa Helder no meu bairro”. Este novo programa leva vários benefícios aos moradores dos bairros da capital e interior do Estado, numa verdadeira ação global. O programa é, ainda, potencializado pelos outros veículos de comunicação do grupo RBA, como jornais televisivos, impressos e sítios, como se vê no exemplo abaixo:





Recentemente, o Café fazia o percurso Parauapebas-Eldorado do Carajás e, num raro momento em que ouvia rádio, percebeu que a emissora oriunda de Curionópolis, denominada Liderança FM, ligada ao grupo político do prefeito Chamonzinho, também pertencente ao PMDB, fazia uma espécie de conexão com a Rádio Clube de Belém e permitia que o Programa do Helder fosse transmitido em rede para toda a região que a rádio Liderança alcança.


A combinação do conteúdo do programa com a extensão territorial que o mesmo abrange é de acender a luz vermelha, principalmente, dentro do ninho tucano.





Dizem os apoiadores do governo estadual que trata-se de uma genuína campanha eleitoral, recheada de captação ilícita de votos - mesmo fora do período eleitoral - porém, disfarçada de programa de rádio. Por outro lado, aqueles que apoiam Helder dizem que trata-se, apenas, de um evento da Rádio Clube e, consequentemente, do radialista nato Helder Barbalho.

Pelo sim, pelo não, o Café faz a presente postagem para que o amigo cafeinado tenha sua própria conclusão. (Até rimou)


São as Eleições 2014 a todo vapor.






2 comentários:

Yure Nicolau, o Bicho de Pé disse...

Aqui em Santana se o Helder peidar aparece um cartaz bem grande em vários pontos da cidade... Dinheiro público jogado fora, financiando campanha de forma irregular!

Café com Política disse...

Olá, Yure, meu caro. Por favor, se você puder me mandar fotos dessa Palhaçada eu faço uma postagem a respeito.

cafecompolitica.suldopara@yahoo.com.br

Abraço e volte sempre.