.....

Pará/Brasil

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

SDD e PROS: apoios de vitrine?




Amigas e amigos cafeinados, passeando pelo sítio do TSE, dias atrás, o Café deparou-se com a seguinte notícia: “Mais de 15 milhões de eleitores estão filiados e podem concorrer nas Eleições 2014”. No desenrolar do texto, tem-se a seguinte informação sobre alguns partidos e a respectiva quantidade de filiados, a saber:

A legenda com o maior número de filiados é o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB): 2.355.183 (15,42%) inscritos. O Partido dos Trabalhadores (PT) ocupa a segunda posição, com 1.589.574 (10,41%) filiados. As agremiações que têm o menor número de inscritos são as duas que conseguiram o registro no TSE em 24 de setembro deste ano: O Solidariedade conta com 4.808 (0,031%) filiados e o Partido Republicano da Ordem Social (PROS) filiou 4.461 (0,029%) eleitores”.

Pois bem, o texto acima informa que o SDD possui apenas 4.808 filiados e o PROS simbólicos 4.461 filiados, nacionalmente falando. Contudo, o que chama a atenção é a gritante contradição que esses números possuem em relação aqueles de outrora, quando da apresentação das assinaturas de apoio para o deferimento do respectivo registro junto ao TSE, quando o SDD apresentou 495.573 (quatrocentos e noventa e cinco mil quinhentos e setenta e três) assinaturas e o PROS apresentou mais de 515.000 (quinhentos e quinze mil) assinaturas válidas para receber as bênçãos do Colendo TSE.


É, no mínimo, curioso ver tais legendas perderem tanto apoio em pouco mais de dois meses de existência.


Nenhum comentário: