.....

Pará/Brasil

sábado, 12 de abril de 2014

Lula: o filho da...., digo, do Brasil.........



Antes de começar o texto abaixo, o Café deixa claro que também é culpado por tal situação, pois votou duas vezes nesse cidadão que consegue, absurdamente, externar tal pensamento. Viva à internet, que nos proporciona momentos épicos como esse.

Pois bem, o ex e atual presidente Lula acredita que é um absurdo as pessoas acreditarem que o Brasil não pode fazer uma olimpíada só pelo simples e insignificante fato de não possuir hospital, ora pois.


Ora, o Café pegunta: para que serve os hospitais públicos que o Lula tenta colocar como algo insignificante no cenário brasileiro, em comparação com a enorme e lucrativa visibilidade que o Brasil terá com a realização da Copa do Mundo?


Realmente, sabe, talvez para o Lula, que não utiliza os serviços dos hospitais públicos do país, não possuir um hospital padrão Fifa não tem tanta importância, sabe?!

Porém, para cada pessoa e cada familiar de quem precisa utilizar os serviços da saúde público no Brasil sabem muito bem, Senhor presidente Lula, o quanto seria importante ter hospitais mais humanizados, mais dignos, que pudessem ter a atenção, dedicação e investimento que o governo federal emprega nos estádios da Copa do Mundo, sabe?!


Sabe, presidente, seria muito bom se o senhor pudesse fazer esse mesmo discurso em frente aos hospitais públicos espalhados pelo Brasil. Como a popularidade que o senhor ainda possui, talvez possa conseguir convencer os enfermos e seus familiares a compreender que aquela situação de horror que eles pensam que estão passando dentro do hospital na verdade é uma coisa boa, sabe?!

O senhor, presidente, com seu discurso simples, de homem do povo, que sempre lhe aproximou do eleitorado, talvez seja o único ser humano capaz de convencer essas pessoas que são, diariamente, humilhadas nas filas dos hospitais públicos que essa tal realidade, na verdade, é algo tão pequeno perto da importância que a Copa do Mundo no Brasil, sabe?!

O Café, sabe, senhor presidente, acredita que o senhor não foi feliz nas suas palavras, de novo outra vez, sabe?! O senhor, como tantas outras vezes, tropeçou na própria língua, falou tudo o que não devia, falou asneira, bobagem, loucura. O Café lembrou da frase do capitão Nascimento, no filme Tropa de Elite, que cabe muito bem para o senhor nesse momento: “o senhor é um fanfarrão”.

Sabe, presidente, a Copa do Mundo que o senhor defende com unhas e dentes, ao mesmo tempo menosprezando todos os sentimentos de angústia, dor e sofrimento das pessoas que utilizam os serviços de saúde pública no Brasil, vai lhe passar uma fatura logo após seu término, pois a partir daí, em julho deste ano, é que o senhor vai entender a seriedade da asneira que está falando nesse momento.


Sabe, presidente, sei que o senhor não está preocupado com o resultado eleitoral das possíveis intensas manifestações que ocorrerão no período da sua Copa do Mundo, pois o senhor vez muito bem a amarração dos votos pelas “bolsas”, nem mesmo o Café está aqui defendendo bandeira política de quem quer que seja, mas apenas externando sua opinião sobre algo tão absurdo externado por um ex-presidente e, de fato, atual presidente do país.

O derrame de verba pública nos estádios é gigantesco, e para que? Para a realização de dois ou três jogos, dois ou três jogos que só poderão ser assistidos pelos patrocinadores do evento, salvo raras exceções de alguns mortais que conseguiram, a um preço bem salgado, comprar um ingresso. Tudo para inglês ver.

Mas é isso, presidente, sabe?! O senhor é gente grande, vacinado e ainda tem ao seu lado um grande capital político. Mas o Café faz questão de deixar registrado aqui sua indignação com pensamento tão desumano.





E para facilitar aos amigos cafeinados o entendimento do que fora dito pelo Lula, o Café transcreve abaixo uma parte da estupidez externada pelo presidente, a saber:


“...Então o que eu acho é que nós precisamos fazer disso um motivo de orgulho po nosso país.... agora tem gente que acha que não, NÃO PODE FAZER OLIMPÍADA PORQUE NÃO TEM HOSPITAL...sabe...olhe, sinceramente, eu acho isso....acho isso um retrocesso, sabe, enorme, acho que a gente tá jogando fora uma oportunidade de fazer de uma coisa boa uma coisa boa, sabe, as pessoas querem fazer de uma coisa boa uma coisa ruim.” (Luiz Inácio Lula da Silva).





Publicado em 31/03/2014
Entrevista exclusiva concedida à TVT, Jornal ABCD Maior, Tribuna Metalúrgica, Rede Brasil Atual, Rádio Brasil Atual e Revista do Brasil.

Nenhum comentário: