.....

Pará/Brasil

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Lula, quem te viu e quem te vê


Nunca antes na história desse país um presidente mudou tanto de ideias como o enigmático ex-presidente Lula.

Lula de antes não é o mesmo Lula de hoje. Não!!! Naquela época, Lula era apenas um presidenciável sonhador que buscava alcançar o poder para colocar em prática suas ideias e seus discursos, mesmo que irreais.

Porém, para alcançar o bendito poder, Lula precisou mudar o discurso, suas atitudes e aumentar seu ciclo de amizades. Perfeito, alcançou o poder. Agora, Lula precisava praticar um pouco do que pregava, mas nem tanto, pois o sistema é perverso e não permite mudanças bruscas que tirem de cena seus principais atores. Jamais!!!

Na verdade, Lula e o PT talvez nunca na história desse país tiveram algum tipo de ideologia ou projeto para permanecer no poder. Acredita o Café, pelo que presenciou em Belém durante o governo de Edmilson Rodrigues, que a ideologia do PT era uma ideologia de vitrine, nada mais que isso.

As práticas e os desmandos eram iguais ou pior que os demais partidos que o PT apontava o dedo e acusava disso e daquilo. Mas tudo bem, é o jogo jogado.

Mas voltando ao enigmático Lula, após alcançar o poder, este fez o suficiente para atingir aqueles para quem ele direcionava o discurso, o povão. E o fez muito bem. Seu discurso populista atinge a dona Maria e seu José de forma direta e sem atravessadores. Isso o faz tão popular ao ponto de eleger vários portes pelo Brasil a dentro.

Porém, o que mais chama a atenção é o preço altíssimo que o povo brasileiro paga para manter Lula e seus aliados no poder. As denúncias de desvios de verbas públicas no Brasil é regra, sendo o investimento correto e a aplicação devida da verba pública a exceção.

Bem que Lula poderia voltar com essa ideia de que “se está com medo da CPI é porque, quem sabe, tenha o rabo preso” e aconselhar sua marionete Dilma Rousseff a aceitar uma CPI exclusiva da Petrobras para que o Brasil saiba exatamente o que aconteceu com a compra da refinaria de Pasadena quando a então presidente do Conselho de Administração, Dilma Rousseff, inacreditavelmente, autorizou a compra da refinaria com um preço absurdamente superior ao de mercado e ainda teve a cara de pau de dizer que autorizou a compra porque o relatório que lhe entregaram para fazer sua análise era falho e incompleto. É brincadeira!!!

E essa vai para o povo Brasileiro no dia do trabalhador: sabe de nada, inocente!!!

Nenhum comentário: