.....

Pará/Brasil

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Proseando...



  • Interessante como o clima das próximas eleições municipais já está deixando tenso o clima entre grupos políticos já publicamente declarados adversários.


  • Surpreendente, também, é a qualidade, ou melhor, a baixa qualidade da administração de muitos prefeitos de primeira viagem que assumiram o poder executivo em 2013. O campo está fértil para as oposições trabalharem.


  • Com a reeleição de Jatene, até o momento, o ninho tucano não possui nenhum substituto com musculatura política suficiente para receber o leme e guiar a embarcação de forma pacífica, pelo contrário, a disputa interna será de foice. Em outras palavras, o campo político estadual para o pleito 2018 está aberto, sem favoritos.


  • Parauapebas, a cidade mais rica do Pará, vive um verdadeiro tsunami administrativo. No início do governo Valmir Mariano, em 2013, muitos achavam que o prefeito estava mais perdido que cego em tiroteio, mas depois perceberam que cegos eram aqueles que criticavam as valmirices do prefeito. Este, nunca esteve preocupado com tudo aquilo que havia prometido em campanha, em meio a comícios lotados e humildes e abandonadas periferias. Pelo contrário, seus planos já estavam muito bem definidos, porém, em sua mente, em sua própria caixa preta. Logo, como em muitos outros casos Brasil afora, não havia como saber das reais intenções daquele candidato que se passava por um “bom velhinho”.



Um comentário:

Josiel Dias disse...

Olá parabéns pelo site, muito interessante. Já estou lhe seguindo. Aproveitamos a oportunidade para também compartilhar o nosso. Ficaremos felizes por vossa visita e mais ainda se nos seguir-nos.

Atenciosamente

Josiel Dias
http://josiel-dias.blogspot.com
Rio de Janeiro
Brazil