.....

Pará/Brasil

terça-feira, 15 de março de 2016

Para fugir do Juiz Sérgio Moro, Lula pode assumir ministério para “ganhar” prerrogativa de foro e ficar subordinado ao STF

  
A cada fase da operação da Lava Jato, o cerco se fechava cada vez mais para o ex-presidente Lula, pois todos os que lhe frequentavam a cozinha estavam sendo presos e, posteriormente, viravam delatores.

Após a condução coercitiva de Lula na Lava Jato, sob ordens do juiz Sérgio Moro, com o consequente chororô dos comissionados e demais agregados petistas, a possibilidade de prisão do ex-presidente tornou—se cada vez mais real, dada a somatória de delações citando seu nome e conectadas com provas aparentemente contundentes, bem como contradições de suas próprias declarações com provas coletadas pelos investigadores.



 

Enfim, um mito estava trilhando o caminho das grades.

Porém, numa réptil e impressionante estratégia, a presidente Dilma e demais companheirada tentam convencer Lula a aceitar um ministério para fugir do julgamento criterioso do juiz Sérgio Moro, pois passaria a ter foro judicial no Supremo Tribunal Federal, onde as investigações da Lava Jato estão sob a relatoria do ministro Teori Zavascki.

O governo já preparou vários argumentos mentirosos para explicar a nomeação de Lula para um ministério, mas é tudo balela. O único motivo é exclusivamente para fugir do juiz Sérgio Moro.

Por outro lado, caso aceite o ministério, Lula poderá se livrar de Moro, mas sua esposa e filhos permanecerão aos cuidados de Sérgio.

Nenhum comentário: